Assassins Creed – O Filme – A despedida do blog Fanboyzgames

Admito que minha expectativa baixa ajudou. Já costumo me portar assim em relação à maioria das coisas, é verdade, mas havia lido algumas coisas sobre o filme que haviam me assustado, do tipo “mais uma oportunidade perdida de se fazer um bom filme de games”. Mas a realidade é bem outra. Assassins Creed é um grande filme e sim, pode ser considerada a melhor adaptação de games para cinema da história (até aqui obviamente).

O filme é o que deve ser, uma grande peça de entretenimento com início, meio e fim em si, ou seja, não é necessário ser um fã ou mesmo conhecer os games para gostar do filme, embora logicamente, agregue bastante valor conhecer as nuances da história, facilita o entendimento e aumenta a diversão.

Ele consegue captar absolutamente e exatamente tudo que o jogo tem de melhor, ao contrário do que fizeram nos péssimos livros sobre a série que, simplesmente, ignoraram, os dois maiores trunfos da história: memória genética e a Maçã do Éden (pelo menos até os primeiros que tive o desprazer de comprar).

A história consegue ser diferente e ao mesmo tempo fiel a tudo que existe no jogo, cada sutil mudança foi perfeitamente colocada e apesar de machucar alguns coraçõezinhos nerds que escolhem focar em outra coisas do jogo e que adoram um mi-mi-mi (são bem vindos pra divulgar o filme também, ajuda muito), tudo encaixa-se muito bem no arco narrativo do filme e cria uma obra coesa, apesar do final pouco inteligente (que não vou comentar obviamente pra não spoilar).

Obrigado Ubisoft.

Que você tenha mentes brilhantes como essas por trás do filme pensando os próximos jogos que são mais sofríveis a cada ano.


Pode ser que você já tenha lido o post acima, embora é muito mais provável que não. Ele foi originalmente escrito por mim mesmo, para o meu antigo blog Fanboyzgames, em 12 de janeiro de 2017. Disponível aqui (só fiz umas revisões minúsculas para agora).

Decidi replicá-lo, pois sequer sei até quando este blog vai funcionar e também pois achei a oportunidade perfeita para, tanto fazer o backup do post, quanto atualizá-lo com notícias que vi essa semana sobre a repercussão do filme, bem como explicar minha história com o FBZ.

Fonte: https://jovemnerd.com.br/nerdnews/michael-fassbender-comenta-o-fracasso-de-assassins-creed/

O ator principal cita o “fracasso comercial” do filme e dá sua opinião sobre a obra. Não que eu esperasse que ele fosse um sucesso e que ganharia um Oscar, mas fiquei chateado pois imaginei vários Nerds “fazendo” o mundo dos games ser retratado no cinema como coisas simples e infantis novamente, como você pode ver no trailer e comentários do Jovem Nerd nos vídeos abaixo:

Tomb Raider tem tudo pra ser um ótimo filme também, mas já começa mal, tratando seu público de forma simplista. Veremos…

Sobre o FBZ, ou Fanboyzgames, como o chamávamos, foi um blog de games criado por mim e meu amigo Marcos Alves. No início, a ideia era reunir a turma para algumas partidas de Battlefield 3 e de quebra eu poder exercitar minha escrita e experimentar esse mundo “blogueiro”. Contudo, podemos perceber o quanto é árduo esse trabalho e conseguir cliques requer um alto investimento e principalmente tempo.

Sendo assim, mudamos de ideia, eu criei esse meu novo blog, onde não foco a audiência mas pratico minha expressão e crio um portfólio só meu e ele decidiu seguir com o nomes (abreviado para FBZ), mas transformando-o em uma loja de tecnologia. A qual, obviamente, eu indico do fundo da minha alma 🙂 .

Ah e eu fiz minha parte Ubisoft. Mais um pra coleção:

Abraços!

Published by

Paulo Elias

Apaixonado por tudo que envolva tecnologia e games, adora escrever algumas coisas, mesmo que ninguém leia. Trabalha como analista de sistemas, casado e sempre pensando em aumentar a coleção de coisas nerds, livros, filmes, etc. Não terá tempo de jogar todos seus jogos nem se durar mais 128 anos